A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach
Mostrando postagens com marcador Simca. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Simca. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

24 Horas de Interlagos 1966

Maravilhoso este vídeo mostrando um pouco do que era nosso automobilismo na década de 1960, grande parte das imagens parecem ser da entrada da curva do S a original e Pinheirinho. Impressionante ver a tocada do Gordinis todos entrando num belo sobresterço e a diferença de tocada dos Simcas, DKWs, R8 e outros. Nas fotos abaixo e no link um pouco do que meu amigo Mike Mercede assistiu "in loco".


A turma do Mike acampada....
O Simca de Roberto "Argentino" Gomes quebrado na Subida do Lago.
A vitória foi da equipe Jolly com as Alfas. 
O Simca de trás é do Argentino antes da quebra.

O DKW de Adalberto "Chupeta" Ayres e Waldomiro Pieski.

Ao amigo Mike e todos amigos que fiz no automobilismo, alguns deles estão nesta disputa.

Rui Amaral Jr

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

SIMCA

Tempos atrás recebi de meu amigo Fernando Fagundes essas maravilhosas fotos das SIMCAs, DKWs, JKs correndo no Rio Grande do Sul , belas fotos de uma época em que as corridas de rua levavam multidões para assisti-las depois achei algumas fotos que detalham o que eram as SIMCAs e resolvi mostra-las.

Circuito Pedra Redonda - 200 Quilômetros 1968 - Aldo Costa o vencedor. 
Circuito de rua em Passo Fundo-RS.

Circuito Cavalhada-Vila Nova, Porto Alegre, RS Simca #35 do grande Breno Fornari e o DKW de Afonso Hoch.


HIPERFANAUTO




OS DETALHES



 Sempre pensei que a cinta que passava pelo vidro fosse para impedir que as portas traseira se abrissem, mas numa troca de correspondência esclarecedora no blog do Mauricio Moraes e filho de Breno Fornari informou ser para que o vidro traseiro não caísse. 








Vale a pena uma visita ao site.



quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

GAÚCHOS




Recebi de meu amigo Fernando Fagundes essas maravilhosas fotografias que representam para mim toda força do automobilismo Gaucho. O automobilismo praticado no Rio Grande do Sul é um espetáculo à parte, forte muito disputado e desde as MIL MILHAS BRASILEIRAS de 1956 vencidas por Catharino/Breno vem nos mostrando muitos campeões por todas as categorias corridas neste nosso Brasil. Tenho há muito tempo vontade de escrever principalmente sobre a rivalidade entre os corredores Gaúchos das várias cidades, eles empunha suas bandeiras com uma vigor e raça impressionantes. Vejam escrito como uma bandeira em um dos carros “Passo Fundo” terra de grandes pilotos, entre eles Orlando Menegaz vencedor de duas MIL MILHAS BRASILEIRAS. Prometo pedir a nossa Gaucha Graziela Rocha e seu pai Nelson Rocha para um dia nos contar toda força dessa regionalidade. Por enquanto espero contar com a ajuda de meus amigos Gaúchos e do Fabiano para identificar cada um dos pilotos que participaram dessas corridas.































Tive a honra e o privilégio de receber estas fotos de meu amigo Fernando Fagundes. Elas representam três corridas no Rio Grande do Sul na década de 60. Em Passo Fundo, Pelotas e no circuito da Cavalhada em Porto Alegre. Oportunamente trarei a história e os resultados delas.



 Fernando a você meu amigo muito obrigado e um abraço carinhoso.
  http://www.hiperfanauto.blogspot.com/