A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach
Mostrando postagens com marcador Maserati 250 F. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Maserati 250 F. Mostrar todas as postagens

segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

Maria Teresa de Filippis

26 de Janeiro de 1926 - 9 de Janeiro de 2016
Spa 1958

Maria Teresa italiana de Nápoles foi a primeira mulher à pilotar na F.Um, no ano de 1958 e 59 participou de sete corridas na categoria, destas cinco foram pelo Campeonato Mundial e seu melhor resultado 10º em Spa 1958, nas corridas não válidas chegou em 5º lugar no GP de Siracusa de 1958, todas pilotando a Maserati 250F.     


"Maria Teresa deu uma mostra em 2012 do que seria seu desempenho na época, ao pilotar um F1 aos 86 anos de idade! Um bólido que para nós, pilotos de carros mais modernos, teríamos certa dificuldade em conduzi-lo!
R.I.P., Maria Teresa!

Ricardo Mallio Mansur" 

O mais interessante é que muitas mulheres pilotaram nas principais categoria do automobilismo mundial como na Voiturettes e Grand Prix e na Formula Um criada em 1950 Maria Teresa participou apenas na nona temporada.

À Maria Teresa.

Rui Amaral Jr 

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

Sobresterço...

Manobra facílima, ainda mais numa Maseti 250F...posterga-se a freada, toma-se a curva e a traseira vem para fora, o carro apontado para o ponto de tangencia e com todos 320hp, diferencial autoblocante  e pneus finos dá-se potencia com o pé direito!
Este é Fangio no GP da França de 1957 em Rouen à caminho de tornar-se Quintuple!  
Fangio venceu o GP seguido pelas Ferrari 801 de Luigi Musso, Peter Colins e Mike Hawthorn seguidos das 250F de Harry Schel e Behra.

Foto do Facebook de Antonio José Batista.

Rui Amaral Jr 

sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Maserati 250F


Hoje pela manhã ao abrir meu Facebook meu compadre Homero postou em meu perfil este maravilhoso vídeo, era Martin Brundle testando a maravilhosa Maserati 250F.
Já escrevi sobre este carro e mostrei acho que mil fotos dele, mas cada vez que vejo um vídeo ou foto mais admiração tenho por ele.
Comentando por telefone com meu amigo ele se admirou da tocada de Martin e de como a roda dianteira de dentro da curva levantava.
Então argumentei que certamente os pneus do carro, apesar das mesmas medidas, devem ter um composto de borracha mais atual, assim como a bela pista, um tapete, certamente tem muito mais grip que as antigas. Outro aspecto talvez sejam os amortecedores, que com os avanços nos óleos devem trabalhar em melhores condições.






  
 Buenos Aires 1954, Fangio.
 Carroll Shelby   
 Jean Bhera, Monza 1955 
 Moss vence em Mônaco 1955
 O brasileiro Fritz D`Orey em Reims 


 Ken Wharton, Reims 1954 
 1954 Spa, Fangio vence. 
 Que será que olha Fangio?
 Fangio
 Nurburgring 1957, última volta, Hawthorn e Collins de Ferrari,  Fangio e a 250F... 
 Fangio #1 larga em Nurburgring 1957 para o 5º titulo
 Fangio
 Fangio em Monza 1957
  Ciccio Ascari com a 250F #10 encara Fangio e Kling de MB W196 em Reims 1954
Alberto "Ciccio" Ascari em Reims 
Maria Tereza de Fillippis, Spa 1957
Pescara 1957, Fangio #2, Moss de Vanwall e Musso de Ferrari
Brundle e a Ligier JS41

Aos amigos, Ana, Homero, Boné, Mané.

Rui Amaral Jr


sábado, 23 de outubro de 2010

CAMPEÕES DA FORMULA UM DE 1950 A 1959

Daqui a pouco vamos conhecer o novo campeão da Formula Um, faltam três corridas e saberemos quem abrirá a sétima década da categoria como Campeão. Aos poucos vou mostrar todos, começando com os anos 50 do século passado.







1950 e 51 a categoria corria com motores de 4.500cc aspirados ou 1.500cc comprimidos. A Alfa Romeo  1.500cc com compressor Roths.

1950
Giuesppe Farina
Giuseppe Farina 1950.



O primeiro campeão Giuseppe Farina venceu o campeonato de 1950 correndo pela equipe Alfa Romeo com o modelo 159. Tinha então 50 anos.


1951
Juan Manuel Fangio
Primeiro titulo para Juan Manuel Fangio com a Alfa Romeo 159.
Fangio e a Alfa Romeo 159 vitória na Suiça.

1952/53

Alberto "Ciccio" Ascari


Nos anos de 1952 e 53 a a Formula Um correu com os carros e regulamento da Formula Dois com motores de 2.000cc.


 Cicio Ascari e a Ferrari 500.

1954/55/56/57

A partir de 1954 a categoria passa a usar motores de 2.500cc aspirados.

Juan Manuel Fangio

Começo de 1954 Fangio pilota uma Maserati.

Fangio 1954 já com a Mercedes Benz W196 carro com que foi Campeão em 1954 e 55.
Mercedes Benz W196 Streanliner, na época os Formula Um podiam ter carroceria.

1955 Fangio pilota a Lancia D50 Ferrari e vence seu quarto titulo.


1957 Fangio corre com a Maserati 250F e vence seu quinto titulo. 

1958

1959 Mike Hawthorn com a Ferrari é campeão.

1959

Jack Branham e a Cooper Climax. Chega uma nova era e Black Jack vence seu primeiro titulo.



O Campeonato Mundial de Construtores foi instituido em 1958 e foi vencido por:
1958  Vanwall
1959  Cooper Climax


sexta-feira, 3 de julho de 2009

----MASERATI 250 F Superleggera ----Ocarro que deu a Fangio seu 5º titulo mundial 1957

A tocada do Grande Campeão , notem o contagiros .

O ano 1957 , Juan Manuel Fangio completaria 47 ( quarenta e sete ) anos , já havia sido Campeão do Mundo de Formula I quatro vezes , em 1951 pilotando uma Alfa Romeo , 1954 com Maserati e depois Mercedes Benz , em 1955 com a Mercedes Benz e 1956 com a Lancia Ferrari . Foi contratado pela Maserati para o lugar de Stirling Moss que iria para a Vanwvall . Iria pilotar a Maserati 250 F Superleggera , com esta denominação a Maserati corria na F I desde 1950 só que este carro era totalmente reformulado e conhecido como T 2 .

Seu motor era um seis cilindros em linha , alimentado por três Weber duplos horizontais , duplo comando de válvulas no cabeçote , dupla alumage e virava 8.000 rpm rendendo então 270 hp .





Ao longo dos anos este carro foi aprimorado , chegando a 1957 com uma silhueta mais suave , mais baixo e com a frente e traseira mais longas . A suspensão dianteira era de braços triangulares , amortecedores com molas e barra estabilizadora . A traseira era baseada no sistema De Dion com feixe de molas transversal . Cambio e diferencial eram na traseira . Seu chassi uma especialidade Maserati era todo construído de finos tubos de aço soldados . O T 2 era tido como um carro rápido em todo tipo de curvas e de pilotagem suave .

A beleza de suas linhas suaves .



Fangio no GP da Itália em Monza .

Com ele Fangio chegou em primeiro em quatro corridas do Mundial de 57 , Argentina , Mônaco , França e a antológica vitória de Nurburgring no G P da Alemanha .

Seu companheiro Jean Behra também em Monza em 1957 onde quebrou , com este carro Behra ganhou algumas corridas extra campeonato neste ano .