A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach
Mostrando postagens com marcador Helmut Marko. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Helmut Marko. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Helmut Marko - II

Ontem mostrei o acidente que vitimou Helmut Marko no GP da França de 1972 em Clermont-Ferrand , hoje recebi um comentário de meu amigo Ricardo Bifulco dizendo de um vídeo que mostrava o piloto contando sobre sua carreira. Não consegui encontrar no YouTube, mas achei um vídeo da corrida. Mostra parte dela filmada de um ponto na pista e dá para ver no começo a BRM de Marko, só que não esclarece muita coisa sobre o carro que teria jogado a pedra. Na hora Marko ocupava a quinta colocação.
Obrigado Ricardo.


Abaixo o resultado da corrida e na quarta coluna a posição de cada piloto no grid.  Marko larga em sexto à frente de Emerson, Cevert e Peterson. No vídeo parte da bela briga entre Cevert e Peterson. Tirem suas conclusões.





terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Helmut Marko

Helmut Marko e a BRM em Clermont-Ferrand.


1972 o GP da França que no ano anterior havia sido disputado na moderna pista de Paul Ricard volta ao circuito de Clermont-Ferrand. Circuito complicado para segurança dos pilotos, pista de alta velocidade seu percurso era de 8.500 metros e composto de 51 curvas, serpenteando pelas montanhas de Auvergne, com subidas e descidas, curvas de alta e baixa velocidade. Na época as pistas não tinham o que hoje chamamos de Zebras, a guia em ângulo que circunda a parte externa e interna das curvas hoje em dia, ainda mais difícil de aparecer em circuitos longos como Nurburgring e Clermont-Ferrant.  Era comum os pilotos usarem algum espaço a mais no ponto de tangencia das curvas para ganhar tempo e as vezes também para jogando poeira e detritos tirar a concentração dos carros que o seguiam.  

Emerson Fittipaldi aproveitando cada pedaço de pista seguido por Jakie Stewart.


Nos anos 70/71/72 a equipe BRM inscrevia quase sempre cinco carros a cada etapa da F I, alguns dos pilotos eram contratados e outros alugavam seus carros para uma ou mais corridas, em 1972 correram pela equipe Jean Pierre Beltoise, Peter Guetin, Brian Redman, Howden Ganley, Helmut Marko, Jackie Oliver, Alex Soler-Roig e Bill Back.
Helmut Marko vinha pilotando para a equipe desde o ano anterior, que havia sido um belo ano para ele já que vencera as 24 Horas de Le Mans em dupla com Gijs Van Lennep, pilotando um Porsche 917 K #22 da Martini Int. Racing Tean.

Porsche 917 K em Le Mans 1971 na vitória de Marko/Gijs Van Lennep.

Aí em Clermont-Ferran veio a tragédia para ele, numa disputa por posição na nona volta, quando ocupava a quinta colocação, uma pedra provavelmente jogada pelo pneu do carro de Ronnie ou Emerson ( as versões variam ) atinge a viseira do capacete de Marko e perfurando atinge seu  olho. Ele ainda consegue encostar seu carro antes de desmaiar. Chegava aos 29 anos o fim de sua carreira como piloto.  


        

Henrique Mércio e Rui Amaral Jr