A VERDADE NÃO SERIA BASTANTE PLAUSÍVEL SE FOSSE FICÇÃO - Richard Bach
Mostrando postagens com marcador Carcará. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Carcará. Mostrar todas as postagens

quinta-feira, 14 de abril de 2011

CARCARÁ - II

 16 DE JUNHO DE 2009 Quando mal começava a escrever este blog meu amigo Crispim me enviou este depoimento. Tenho um grande apreço e respeito por meu amigo e fiquei muito honrado com essa sua participação e com várias outras.
Tenho ficado uns dias afastado mas logo volto com força total.
A meus amigos que sempre me acompanham e em especial ao Pedro Garrafa, Carlos Jaqueire e ao Danilo Kravchychyn.

O CARCARÁ , na sua frente a história .

O CARCARÁ foi uma criação do Departamento de Competição da VEMAG comandado por Jorge Letri , junto com Rino Malzoni e Anisio Campos , feito para estabelecer o record Brasileiro de velocidade para veículos até 1.000cc . Sua história é contada em muitas publicações e blogs e sites , aqui quero contar uma parte desta história que me foi contada pelo Crispim uns trinta anos atrás . Ontem liguei para o Crispim e perguntei se ele lembrava de ter me contado , e ele com aquela simpatia de sempre começou a contar de novo , ai eu disse põe num e-mail e me manda . Hoje ao abrir meu e-mail vejo ele contando o que segue .
 
"Caro Rui, bom dia. Com respeito ao motor do Carcará, quero informar que chegou no Rio para procedermos a aferição da marca, equipado com um motor de mais de 100 CV, e durante os primeiros testes em que notamos o problema de estabilidade direcional, sofreu um engripamento em um dos pistões e deve ter perdido em torno de 10% da potência, este fato era muito comum nos Motores DKW porque para obtermos melhor potência, trabalhávamos com mistura bastante pobre, em torno de 16 : 1 quando o certo seria de 15 ou 14 : 1, isto em função da perda de parte do poder de queima da gasolina 100 / 130 octanas em que adicionávamos óleo Castrol R, que prejudicava menos que os óleos 2 Tempo normais. Isto provocava um aumento de temperatura na câmara de combustão que fazia com que o pistão delatasse ao ponto de prender nas paredes dos cilindros aumentando o atrito e ,as vezes, prendendo os anéis de seguimento e prejudicando a compressão do Motor.
Tínhamos motor de + ou – 98 CV e poderíamos ter trocado mas o problema de estabilidade era mais importante e tínhamos pouco tempo para efetuar o teste, resolvemos então não substituir o motor, certo.
Rui creio que era isto que você queria saber.Qualquer dúvida entre em contacto.

Grande abraço, Crispim "



Talvez se tivesse escrito no começo que o Crispim foi uma parte importante deste projeto ele contestasse , mais importante para nós é hoje este seu depoimento , uma página viva da história .

Norman Casari ao volante , Jorge Letri olha o motor e Rino Malzoni observa .

Aí ele vinha de pé embaixo para estabelecer o Record Brasileiro de Velocidade .

Raio X do carro , revista Quatro Rodas de meu acervo pessoal .

Nesta foto vemos , Sr Casari , Norman Casari ,Italo Antonangeli,Antonio Paulo Araujo, Bob Charp , Miguel Crispim Ladeira , Jorge Letri e Rino Malzoni .

Convite para comemoração dos do Record 27 anos depoi , organizado por meu amigo Eduardo Pessoa de Mello em 23 de Março de 1993.
 Capa do convite .
Réplica do CARCARÁ , um magnifico trabalho de Toni Bianco feito para Paulo Trevisan . No Forum na FEI organizado por meu  amigo Ricardo para homenagear Bird Clemente.


terça-feira, 16 de junho de 2009

CARCARÁ

O CARCARÁ , na sua frente a história .

O CARCARÁ foi uma criação do Departamento de Competição da VEMAG comandado por Jorge Letri , junto com Rino Malzoni e Anisio Campos , feito para estabelecer o record Brasileiro de velocidade para veículos até 1.000cc . Sua história é contada em muitas publicações e blogs e sites , aqui quero contar uma parte desta história que me foi contada pelo Crispim uns trinta anos atrás . Ontem liguei para o Crispim e perguntei se ele lembrava de ter me contado , e ele com aquela simpatia de sempre começou a contar de novo , ai eu disse põe num e-mail e me manda . Hoje ao abrir meu e-mail vejo ele contando o que segue .

"Caro Rui, bom dia. Com respeito ao motor do Carcará, quero informar que chegou no Rio para procedermos a aferição da marca, equipado com um motor de mais de 100 CV, e durante os primeiros testes em que notamos o problema de estabilidade direcional, sofreu um engripamento em um dos pistões e deve ter perdido em torno de 10% da potência, este fato era muito comum nos Motores DKW porque para obtermos melhor potência, trabalhávamos com mistura bastante pobre, em torno de 16 : 1 quando o certo seria de 15 ou 14 : 1, isto em função da perda de parte do poder de queima da gasolina 100 / 130 octanas em que adicionávamos óleo Castrol R, que prejudicava menos que os óleos 2 Tempo normais. Isto provocava um aumento de temperatura na câmara de combustão que fazia com que o pistão delatasse ao ponto de prender nas paredes dos cilindros aumentando o atrito e ,as vezes, prendendo os anéis de seguimento e prejudicando a compressão do Motor.
Tínhamos motor de + ou – 98 CV e poderíamos ter trocado mas o problema de estabilidade era mais importante e tínhamos pouco tempo para efetuar o teste, resolvemos então não substituir o motor, certo.
Rui creio que era isto que você queria saber.Qualquer dúvida entre em contacto.
Grande abraço, Crispim "

Talvez se tivesse escrito no começo que o Crispim foi uma parte importante deste projeto ele contestasse , mais importante para nós é hoje este seu depoimento , uma página viva da história .


Norman Casari ao volante , Jorge Letri olha o motor e Rino Malzoni observa .
Ai ele vinha de pé embaixo para estabelecer o Record Brasileiro de Velocidade .

Raio X do carro , revista Quatro Rodas de meu acervo pessoal .

Nesta foto vemos , Sr Casari , Norman Casari ,Italo Antonangeli,Antonio Paulo Araujo, Bob Charp , Miguel Crispim Ladeira , Jorge Letri e Rino Malzoni .
Convite para comemoração dos do Record 27 anos depoi , organizado por meu amigo Eduardo Pessoa de Mello em 23 de Março de 1993

Capa do convite .

Réplica do CARCARÁ , um magnifico trabalho de Toni Bianco feito para Paulo Trevisan .

A réplica exposta na FEI .

Fotos revista Quatro Rodas de meu arquivo , réplica foto FEI .